Mesmo com o aumento dos casos de COVID-19, Araucária libera cultos religiosos presenciais e Parque Cachoeira

(Foto: Freepik)

Nesta sexta-feira (17), a Prefeitura de Araucária publicou o decreto nº 34.761/20 que altera o artigo 3º, do Decreto nº 34.756/20, autorizando a realização de cultos e missas com público. As instituições religiosas precisarão seguir às orientações de saúde propostas para evitar aglomerações e prevenir a transmissão e infecção pelo novo Coronavírus. Cada instituição religiosa que pretenda realizar celebração religiosa presencial, durante o período de vigência do decreto, deve protocolar na Prefeitura de Araucária e afixar dentro do templo em local público e visível a declaração de capacidade de público, documento no anexo do decreto nº 34.761/20.

Conforme o novo decreto, o espaço de celebração religiosa deverá ter, no máximo, 30% de ocupação por fiéis e é preciso garantir o afastamento de, no mínimo, 2 metros entre as pessoas (com demarcação nos bancos). Será preciso controlar a entrada e saída das pessoas e demarcação de distanciamento (mínimo de 2 metros) se houver fila.

As instituições religiosas também deverão garantir as devidas condições de higiene do ambiente e higienização das mãos dos fiéis. Os fiéis, funcionários e colaboradores devem utilizar máscara quando estiverem fora de suas casas, inclusive durante as celebrações. O decreto alerta sobre evitar práticas de aproximação entre as pessoas e outras formas de contato físico (dar as mãos, beijos, abraços, apertos de mãos, entre outros). Está proibido o compartilhamento de materiais como bíblia, revista, rosário e outros; o uso desses materiais deve ser individual. Deverão também ser adotadas medidas para “evitar qualquer forma de confraternização e agrupamento de pessoas na saída dos templos”.

Há recomendação para que idosos maiores de 60 anos e pessoas de grupo de risco (como hipertensos, diabéticos, gestantes, entre outros) permaneçam em casa e acompanhem as celebrações por meios como rádio, televisão e internet. 

O decreto destaca que o responsável pelo templo deve orientar a todos os presentes sobre cuidados preventivos no cotidiano (como uso de máscaras e higiene das mãos) e a não comparecerem nas celebrações caso apresentem sintomas gripais (tosse, dificuldade para respirar, febre, entre outros) ou se foram diagnosticados como casos suspeitos ou confirmados de Covid-19. Atividades com crianças devem permanecer suspensas já que há dificuldade na manter o afastamento físico entre elas e na adoção de outras práticas de prevenção, como a higiene frequente de mãos.

Os atendimentos individualizados dessas instituições devem ser pré-agendados e respeitar intervalo entre eles e distanciamento, conforme consta no decreto.
Leia o texto completo do decreto nº 34.761: decreto 34761_2020

Parque Cachoeira
O Parque Cachoeira, em Araucária, também abriu acesso ao público das 6h30 às 20h, todos os dias. Porém só será permitido o uso da pista de caminhada no local. Devido à pandemia vigente de covid-19, como medida preventiva, está restrito o uso dos equipamentos coletivos do parquinho, da academia ao ar livre e do bicicletário público. O uso de máscaras ainda é obrigatório para acesso ao local e o não cumprimento está sujeito à multa.

O parque, com área de preservação ambiental inclusa, é a principal área pública de lazer da cidade, tem um lago e três pistas de caminhada, o que facilita o distanciamento entre os visitantes. A recomendação é para as pessoas evitarem os horários de maior acesso e voltarem em outro momento, por isso fica aberto até às 20h.

Mesmo com a abertura do parque, a orientação da Secretaria Municipal de Saúde é evitar o uso de locais públicos. Se isso não for possível, deve-se observar as práticas de higiene recomendadas, utilizar máscaras, praticar o distanciamento social e evitar o uso de equipamentos compartilhados.

0/Deixe seu comentário/Comentários

Seja bem vindo! Deixe seu comentário:

Postagem Anterior Próxima Postagem