COVID-19: Conheça o risco de cada uma das atividades do cotidiano

(Veja a tabela completa no final da matéria)
A classificação é de autoria dos médicos da Texas Medical Association (TMA) e do Comitê de Doenças Infecciosas da TMA e é baseada em níveis de evidência, de acordo com a opinião dos especialistas.

A tabela classifica, de 1 a 10, o risco de COVID-19 em determinadas situações do cotidiano e tem como objetivo informar e contribuir para a prevenção.

Segundo explicou um especialista da TMA à Newsweek, os valores foram atribuídos consoante a dificuldade em manter o distanciamento social, entre outros comportamentos preventivos, associados a cada situação.

Os especialistas consideraram, por exemplo, que é mais fácil usar máscara e luvas, e manter um metro e meio de distância, quando se abastece o carro numa estação de serviço do que num restaurante com serviço de buffet.

Portanto, nesta tabela, o “1” não representa uma probabilidade de 10% de contrair o vírus, nem o “9” significa que a pessoa tem a probabilidade de 90% de contrair a doença naquela atividade.


A tabela é apenas um meio de alerta e não tem como base estudos científicos.

(Clique para ampliar)

0/Deixe seu comentário/Comentários

Seja bem vindo! Deixe seu comentário:

Postagem Anterior Próxima Postagem